terça-feira, 9 de junho de 2009

E o vencedor é...

Sejam bem-vindos a mais uma épica noite dos Prémios Trinta e Dois. Espero que tenham noção que se vai hoje aqui fazer história (sim, é esse o porquê da carpete vermelha).


Vamos então aos resultados (esta é a parte que se ouve o tambor):

No último lugar, com 12% dos votos...


A Mini com mini.

Bem, nunca se pode dizer que é mau, nem que não sabe bem. Só que é como ir a Roma e não ver o Papa, falta qualquer coisa para morder. Aliás, acho que a marca de cerveja que começar a oferecer um saquinho de aperitivo colado à Mini, ganha imediatamente a totalidade da quota de mercado. Senhores da Unicer e Centralcer, não se esqueçam dos direitos de autor. Ah pois, que eu não ando aqui a dar de comer a pançudos.
Adiante.


---------------------------------------------------------


Num honroso último lugar também, temos com igualmente 12% dos votos...


A Sandes de Torresmos
(ou Coiratos)


Apreciada com fulgor em terra portuguesa, este lanchinho quase tão venenoso como um bufo do Fernando Mendes foi o sacrificado do concurso. É bastante triste, visto que é a cara da alimentação do português: faz mal, mas sabe bem.
Mais sorte da próxima vez, onde se espera a companhia do fiinho de silicone.


---------------------------------------------------------


Num respeitoso 3º lugar, com 18% dos votos, temos...


A Batata frita de pacote

Pois é, meus caros. São as minhas favoritas para acompanhar uma gostosa, e vocês deixaram-na num mísero terceiro lugar... Shame on you. E aposto que nem sequer experimentaram, acham-se bons demais para comer batata frita de pacote é? Não é de homem, é? Morram todos. Inclusive os que vieram cagar o cão para o MSN a dizer que eu devia ter especificado: "ah, tem que ser de presunto"; "ah, esqueceste-te de dizer que eram as de ketchup". Pois bem, desculpem lá. Fui um parvo.


---------------------------------------------------------


Prosseguindo, encontramos agora os dois gigantes nos lugares cimeiros. Alguém tinha que vencer, e alguém tinha de ficar para segundo plano...É a vida.

Assim, temos no seguuuuundo lugaaaar, com 25% dos votos totais...


O Camarão
(vulgo tremoço)


Sempre achei que fosse o definitivo candidato à vitória. Parece que nasce connosco, o raio do tremoço. Aliás, acho que o português quando nasce, nasce a gostar de tremoço - até aposto que aquele choro à nascença é somente birra...porque não há tremoço.
Pessoalmente não aprecio, portanto... Não deixa grande pena.

Passemos ao que interessa.


---------------------------------------------------------


And the Oscar goes to...

Minuíns
(ou Pinotes, para os minhotos)

Com 31% dos votos, e após renhido despique com o tremoço, os Minuíns são os grandes vencedores da noite. É justo que chegue, até porque não acompanham bem apenas a mini, como ainda o belo do Mateus Rosé ou o Branco Abafado. Haja idoneidade, haja escrúpulos para reconhecer o mérito deste belo aperitivo. URRA!


Boas vindimas, e até à próxima gala. Foi um prazer estar convosco.

4 comentários:

Nuno Gomes disse...

Contínuo a achar que eram os caracóis que ganhavam...nesta altura do ano (que devia ser de sol) uns caracóis com umas "mines" não há melhor...

Tiago de la Rocha disse...

Eia, ca txitxa!

Pulha Garcia disse...

Se eu tivesse votado, também teria apostado no amendoim...

pROFETAh disse...

la teria que ser, mini com amendoim é como peixe em agua :P