quarta-feira, 11 de março de 2009

Phalasolo



Da maneira que as finanças - neste caso o poder de compra - deste país anda, acho que não há um único gajo com menos de 25 anos que não 'compre' música sem pagar, na internet.

É real, é recorrente, e é...Bem-feito. Para as editoras, que segundo consta ficam com cerca de 85% do valor final do disco. Por muito que se aprecie, respeite, e não se queira roubar o artista, há que ver que dar cerca de 5% do Salário Mínimo Nacional (ou o mesmo percentil do Rendimento Social de Inserção, para os milhares de parasitas) por um disco nos dias que correm, é uma loucura - a não ser que se goste mesmo muito.

Pois bem, é sempre de dar valor a iniciativas inovadoras neste sentido: tome-se por exemplo os lendários Radiohead, que disponibilizaram o seu disco In Rainbows (que lhes levou 2 anos de estúdio) na Internet para que os fãs fizessem download e decidissem qual o preço a pagar pelo álbum, fossem 20, 10, 2 dólares ou mesmo rigorosamente nada.

A exemplo, surge New Max (dos Expensive Soul) com o seu álbum a solo intitulado Phalasolo - nada mau, por sinal- para download livre na internet, e ao qual o músico chamou de "prenda para os fãs", considerando ainda à boca cheia que ele próprio "saca" música da net. Agora digam-me, não dá até vontade de pagar uns euros?

O álbum é interessante, mistura as influências de vários estilos musicais, podendo encontrar-se toques do indispensável hiphop e funk (não o bafiento actual que insistem em chamar de funk, mas sim o antigo), passando pelo "seu" soul e trazendo ainda umas guitarradas de brinde...Confuso?Não esteja, é criatividade pura.

Podem fazer o download no link que vos deixo, totalmente grátis (e legal!). Enjoy!

Download: http://www.phalasolo.com

4 comentários:

Nuno Gomes disse...

O preço exagerado dos cds faz com que os downloads ilegais sejam cada vez mais frequentes e lógicos. O verdadeiro lucro dos artistas está sim nos concertos ao vivo e vale bem mais a pena pagar por um bom concerto, no caso de ser um artista da nosso preferência pagamos sem nos arrependermos e estámos a pagar pelo trabalho do artista em si e não a uma editora qualquer. O que serve de agradecimento ao artista pelo trabalho e não ser roubado pela editora como acontece hoje em dia.
Será que se os cds custassem um preço mínimo os downloads não baixariam em grande quantidade??

Tiago de la Rocha disse...

É exactamente isso que tento transmitir. ;)

ana disse...

Não podia estar mais de acordo!
Vrigada pelo link ;)

Daniel disse...

Pessoalmente não gosto muito da música, mas fica a iniciativa, grande Max!